Cara d'Anjo

by Luís Severo

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      €5 EUR  or more

     

  • Compact Disc (CD) + Digital Album

    CD Cara d'Anjo
    2015
    TERCEIRA EDIÇÃO

    Includes unlimited streaming of Cara d'Anjo via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    ships out within 30 days

      €7 EUR

     

1.
puxa-me pra pista eu danço puxa-me pro bar eu bebo não sou manso no descanso mas gosto do teu sossego tava tão cego vieste subir-me o ego tocas bem eu já me apego ainda é cedo o verão já foi levou-me o pesadelo e agora estou melhor oh meu amor volta depressa que esta noite é que vai ser uma beleza menos só cavalo manso passa logo aquele enredo vai a bola pró picanço sem gaiola é que é morcego ainda me entrego boa mão que eu já não nego tenta até eu não ter medo ainda é cedo o verão já foi levou-me o pesadelo e agora estou melhor oh meu amor volta depressa que esta noite é que vai ser uma beleza
2.
meu amor lá do oeste da luz branca malmequer vais pra lá de marraquexe só pro nosso amor crescer dás nó na velha gravata pedes pró carro acender a aldeia das torres mata só não é longe pra quem já não te quer ficar contigo ai eu não sei se dá ser teu amigo até que algo separe vai pela sombra eu guardo-te um lugar em santo antónio a acordar tantas coisas que fizeste nunca tentes esquecer que aqui na zona oeste tudo se há-de manter cai num velho som de agosto canta até a voz doer esconde-te atrás do sol posto e amanhã seja o que deus quiser ficar contigo ai eu não sei se dá ser teu amigo até que algo separe vai pela sombra eu guardo-te um lugar em santo antónio a acordar
3.
Cara d'Anjo 03:23
tás a perder a cara d'anjo responde-te o espelho ainda o sol vai nascer hoje é dia de descanso mas prá paranóia é só o tempo a correr vais de rapaz a homem novo provas se ninguém se acredita eu sei tu devez achar-me louco por te achar tão bonita o espelho ainda não trouxe a paz vou-me perdoar se à noite ainda olho pra trás ah deixa-me estar deixa-me cantar cara d'anjo sou o teu rapaz tás a perder a cara d'anjo responde-te o espelho faz olhinhos de santo deixa pra lá o desleixo e quem te amava já não perde o encanto o tempo fica a gente vai passando ao menos agora andas diferente nos vintes que te sabem a velho se ainda és adolescente o espelho ainda não trouxe a paz vou-me perdoar se à noite ainda olho pra trás ah deixa-me estar deixa-me cantar cara d'anjo sou o teu rapaz
4.
ela subiu a alameda e ficou a ver as torres com a camisa de seda e palavras que não ouves foi só ver o tempo passar e eu não sabia que era dia de viver um sonho bom vê-la assim sem companhia oh hoje não espalha batom se me quisesse convidar mais dar mais pediu-me um canto diferente pra não ficar mal disposta e eu fiz um canto diferente a ver se deste ela já gosta ela diz que já há tempo pra ficarmos à vontade já não temos mil amores nem sequer a mesma idade e até me mata a saudade como se houvesse presente faz-me ir aonde quero porque ela fica cá sempre só nunca quer mesmo ficar mais dar mais pediu-me um canto diferente pra não ficar mal disposta e eu fiz um canto diferente a ver se deste ela já gosta um canto diferente mas sem mudar de assunto é que pro mais que eu tente só me encanto no nosso mundo
5.
neste minha vida agitada nem tudo foi bem fantasia filmes de anjo contos de faca lembrado parece mentira desde o berço fui o mais novo nunca pude ser muito menino não sou burguês nem do povo eu hem sei se tenho destino eu não sou de ninguém contei sem mão já tanta lição para agora só ter vida de escorpião eu acho que nem tu sabes o que é verdade ou mentira vai lá ver dos teus rapazes se eu quiser lasso na romaria mas eu nem preciso de te ver pra saber que é um não se eu quisesse assim tanto sofrer bastava-me olhar pró coração eu não sou de ninguém contei sem mão já tanta lição para agora só ter vida de escorpião vem esta dor que me cala é da primavera ou de mim volta o verão e se ele acaba já nem lhe canto o fim aprendi a ser nada a perder com quem me levou o chão e ainda há quem me dê de beber na casa do escorpião eu não sou de ninguém contei sem mão já tanta lição para agora só ter vida de escorpião
6.
Abençoar 02:46
se desconfias amor o dia não cai bem diz-me o que é que fazemos aos dias em que só confias na tua mãe sou o que te entende melhor tenho andado assim também e sem metade das manias não posso dizer-te que ainda nada sei pra não ficar sozinho fui noutro caminho e pra começar fiquei de bem comigo se viste no erro maior a luz que havia antes até ficava nesse amor a ver se já tenho os braços gigantes mas o carro está a apitar e a cidade é dos inconstantes a noite vai-me abençoar com a maior graça que é sermos amantes pra não ficar sozinho fui noutro caminho e pra começar fiquei de bem comigo mas sopra-me ao ouvido amor de mansinho que é bem melhor amar que estar sozinho
7.
Nita 03:14
quando é que sai do forno quando é que eu engordo um pouco queria só tar bem pra ti não faltar nada pra ti fui ao fundo da canção ganhei vinho perdi pão e tu vens dizer que não ainda vens dizer que não tantos anos com o diabo a insistir na peta torta para agora chegar cansado e tu ainda abrires a porta fui ao fundo da canção ganhei vinho perdi pão e tu vens dizer que não ainda bem dizer que não nita eu queria só tar bem pra ti que tu és nita eu queria só tar bem pra ti pra tua vida
8.
luzes de passagem medo à flor da pele prá nossa viagem bagaço com mel roda a engrenagem e o que é feito dele? partiu-te o espelho da casa de banho do quarto de hotel e deixou só má recordação diz-me se ainda esperas pelo seu perdão cabelo tão leve ficou cor de neve nos anos do mar e da okupação são lábios de vinho a mudar-te o gosto aquele vermelhinho nas maçãs do rosto vem pró meu caminho faz o que é suposto diz se o meu destino é não ver quem eu gosto ai se o meu destino é não ver quem eu gosto luzes de passagem noite a arrefecer foste pra paragem sozinha sem querer nem uma mensagem nada pra fazer com homens assim se eu fosse a ti gostava de mulheres disse a tua irmã no mesmo serão em frente ao ecrã da televisão vai vê-la na tela que a telenovela há muito que te anda a por fora de mão são lábios de vinho a mudar-te o gosto aquele vermelhinho nas maçãs do rosto vem pró meu caminho faz o que é suposto diz se o meu destino é não ver quem eu gosto ai se o meu destino é não ver quem eu gosto

about

Luís Severo - letras, melodias, guitarras, teclas e voz
Bernardo Álvares - baixo e contrabaixo
Ricardo Amaral - guitarra eléctrica
Luís Barros - bateria
Filipe Sambado - percussão

participações especiais: Júlia Reis, Coelho Radioactivo, Rodrigo Vaiapraia e Primeira Dama

produzido por Luís Severo e misturado por Filipe Sambado, na Interpress.
masterizado por Eduardo Vinhas no Golden Pony

capa por Diana de Sá

agradeço a todos os nomes em cima referidos e a quem de outras formas contribuiu para este trabalho: aos meus pais, João Sobral, António Costa, Elisa Azevedo, Francisco Correia, Alexandres Pereira e Rendeiro e aos Mighty Sands.

Gentle Records 2015

M A T E R N I D A D E

credits

released October 12, 2015

license

all rights reserved

tags

about

Luís Severo

Booking:
Joaquim Quadros
joaquimquadross@gmail.com

Promoção:
Rodrigo Castaño rodrigocastano.promo@gmail.com

contact / help

Contact Luís Severo

Streaming and
Download help

Report this album or account

Luís Severo recommends:

If you like Luís Severo, you may also like: